Fotos: César Brustolin/SMCS
Terrazza Panorâmico

Não é novidade que a tecnologia mudou a concepção que tínhamos de ensino. Para o especialista em educação e fundador de uma startup na área, Ronaldo Hofmeister, a educação disruptiva, que rompe com os padrões e modelos clássicos, é inevitável.

Hoje o aluno olha o mundo através da janela do celular. Ali ele consome conteúdo segmentado, de seu interesse. Ronaldo acredita que, em um futuro nem tão distante assim, teremos a playlist do conhecimento.

E qual será o papel da escola nesta nova realidade de aprendizagem?