eleicao-conselho-tutelar-cancelada
Foto: EBC
Terrazza Panorâmico

Depois das irregularidades constatadas pelo Ministério Público do Paraná, nas eleições do dia 06 de outubro, seis regionais de Curitiba definiram neste domingo (11) os conselheiros titulares e os suplentes para a gestão 2020-2023. As regionais Bairro Novo, Boqueirão, Cajuru, Pinheirinho, Tatuquara e Santa Felicidade apresentaram problemas durante o pleito e precisaram refazer as eleições.

Foram eleitos os candidatos com o maior número de votos em cada regional. De acordo com a prefeitura de Curitiba, 116 candidatos disputaram as 30 vagas para conselheiro titular e 30 vagas para suplente.

Os candidatos eleitos nas regionais Boa Vista, CIC, Fazendinha/Portão e Matriz estão mantidos, por isso, não foi necessária a realização de um novo pleito nesses locais.

Os candidatos eleitos vão trabalhar nas dez regionais da cidade, durante quatro anos, com o objetivo de garantir os direitos de crianças e adolescentes que sofrem violações, entre elas negligência e violências física, emocional e sexual.

Irregularidades

Segundo o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Curitiba (Comtiba), responsável pela realização das eleições, foram registradas 32 denúncias nos locais de votação, como transporte irregular de eleitores, boca de urna e instalação de faixas de candidatos.

Os casos serão investigados durante a semana e se as irregularidades forem comprovadas, os candidatos podem receber penalidades.

Nesses casos, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) ressalta que os processos individuais não anulam a eleição, apenas os candidatos podem ser cassados em caso de comprovação de irregularidade.

Repórter William Bittar