construcao-civil-limpeza-de-entulho
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
Terrazza Panorâmico

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) tem uma estimativa de que quase dois milhões de toneladas de entulho de construções são gerados todos os anos. Isso somente em Curitiba e Região Metropolitana.

Mas este tipo de resíduo deve ser destinado corretamente? O diretor do Departamento de Limpeza Pública da prefeitura de Curitiba, Edelcio Marques dos Reis, explica que os grandes geradores, como as construtoras, são responsáveis pela destinção ambientalmente correta do próprio resíduo que produzem.

Já os chamados pequenos geradores, como quem faz obras em casa, por exemplo, possuem algumas alternativas, dependendo da quantidade de resíduos. Em uma delas, é possível acionar a prefeitura de Curitiba, pelo telefone 156, de acordo com Reis.

Já para quem gerou até um metro cúbico de resíduos de construção civil, a saída para o destino correto é levar até um “ecoponto”. O diretor do Departamento de Limpeza Pública explica que este é um projeto implantado na região Sul de Curitiba.

Acima de um metro cúbico, quem está fazendo a obra deve necessariamente contratar um serviço de caçamba para acondicionar e posteriormente destinar o resíduo de forma correta.

Quem tiver dúvidas sobre as quantidades de resíduos de construção e a destinação correta pode entrar em contato com a prefeitura, por meio do telefone 156.

A entrevista na íntegra pode ser conferida abaixo:

Repórter Joyce Carvalho