Em sete meses, preço do etanol aumentou 30% e da gasolina 21%

Em sete meses, preço do etanol aumentou 30% e da gasolina 21%
Foto: Portal Brasil

Nas últimas semanas os consumidores já devem ter notado que muitos postos de combustíveis reajustaram os preços da gasolina, etanol e do óleo diesel. A variação passou a ser expressiva principalmente no início da pandemia de Covid-19. No mês de maio, por exemplo, a média de preço do litro da gasolina comum chegou a R$ 3,35 em Curitiba. Já o etanol, R$2,38, e óleo diesel R$ 2,71.

Neste mês de novembro o preço do etanol subiu 30,6%, quando comparado com o valor do mês de maio. A gasolina comum 21,7% e o óleo diesel R$20%. Os dados são de um levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

Daniel Collela, especialista em mercado de combustíveis, pontua que as as oscilações de preços dos combustíveis seguem as variações de valor do mercado externo, que podem mudar dia após dia.

O especialista afirma que o preço está intimamente ligado ao custo, que inclui, por exemplo, os impostos.

Segundo Daniel Collela é importante lembrar que o valor visto nas bombas é diferente, pois passa pelo distribuidor, que faz o repasse aos postos de combustíveis, que reprecificam os produtos.