Foto: DHPP/PCPR

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil e a Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba investigam, em conjunto, a morte do empresário Jorge Luis Pereira, de 64 anos. Ele foi encontrado morto, dentro de casa, no início da tarde do dia 07 de março, no bairro Campo Comprido, em Curitiba, com as mãos e pés amarrados.

A delegada Camila Ceconello, da DHPP, afirmou que amigos e familiares do empresário já foram ouvidos na delegacia e que a hipótese mais contundente é a de extorsão, já que a vítima tinha alto poder aquisitivo.

O empresário foi encontrado pela esposa, no início da tarde, quando ela voltou para casa almoçar. Segundo a Polícia Militar, Jorge Pereira também levou um tiro nas costas e um carro da família foi levado pelo autor do disparo.

A vítima havia terminado de construir um prédio, ao lado de onde mora, e iniciaria as vendas dos apartamentos. O síndico relatou aos policiais que, na manhã em que o empresário foi encontrado morto, os alarmes do prédio estavam arrebentados.

Repórter William Bittar