Foto: AEN
Terrazza Panorâmico

A Receita Estadual aplicou 14 milhões de reais em multas a 60 empresas paranaenses do ramo de bebidas, em função de divergências entre o estoque de mercadorias encontrado nos estabelecimentos e a falta de documentação fiscal regulamentar.

O balanço apresentado nesta quarta-feira (4) é resultado da Operação Dose Certa, realizada em todo o Paraná em julho. Mais de 100 empresas foram visitadas por 120 auditores fiscais. Em algumas, as verificações fiscais ainda estão em curso, o que significa que novos autos de infração podem ser lavrados.

O inspetor-geral de Fiscalização da Receita, Linor Nespolo, destacou que a operação teve o objetivo de combater a sonegação no setor de bebidas em geral, mas as bebidas alcoólicas foram as que apresentaram mais problemas por terem uma carga tributária maior. O inspetor afirma que as irregularidades geram cobrança de imposto e multa.

Cinco estabelecimentos tiveram as licenças canceladas em função de irregularidades de constituição. Eles são das regionais de Ponta Grossa, Cascavel, Jacarezinho, Umuarama e Guarapuava. As duas últimas regionais, ao lado de Curitiba, foram as que registraram mais casos de sonegação. 

Repórter Lucian Pichetti