Entidades pedem alteração do Enem no Paraná

Entidades pedem alteração do Enem no Paraná
(Foto: Marcelo Casal Junior / Agência Brasil)

Cinco entidades paranaenses emitiram uma nota conjunta alertando para a necessidade de reavaliação da aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no estado. O pedido está relacionado ao atual momento da pandemia de Covid-19. A primeira prova está marcada para este domingo (17).

O documento foi formulado pelo Ministério Público do Paraná, por intermédio da Promotoria de Justiça de Proteção à Saúde Pública de Curitiba; Ministério Público Federal; Ministério Público do Trabalho; Defensoria Pública da União; e Defensoria Pública do Paraná, por meio do Núcleo da Cidadania e Direitos Humanos. As entidades divulgaram a nota conjunta na noite desta sexta-feira (15).

A nota pede que a reavaliação do Enem no Paraná por parte das autoridades estaduais e federais competentes. Segundo as entidades, o posicionamento considera o atual quadro da pandemia de Covid-19 e tem a intenção de evitar aglomerações e a consequente disseminação do coronavírus entre candidatos e pessoas envolvidas na aplicação da prova, bem como seus familiares.

A nota ainda traz que o Enem, apesar de não ser obrigatório, é requisito para a posterior inscrição em programas como o Sisu e o Prouni, para entrada em uma universidade. Conforme as entidades, “..ainda que não seja obrigatório, (o Enem) será prestado por pessoas que, apesar do receio de contrair a doença, transmiti-la aos seus familiares e pessoas com quem convive, de ser internado e até de vir a óbito, se sentirão obrigadas à expor-se ao risco sob pena de serem prejudicadas no seu futuro acadêmico, profissional e financeiro”.

O Enem é organizado pelo Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

As provas do Enem presencial estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro. As datas já haviam sido adiadas em função da pandemia de Covid-19, no ano passado. Cerca de 240 mil paranaenses estão inscritos no exame.

Repórter Joyce Carvalho