Foto: Associação Empregados da Sanepar/AEN

Cornélio Procópio, na região do norte pioneiro, recebeu este nome por conta de um coronel do interior paulista de mesmo nome. Ele adquiriu as primeiras terras que formariam a cidade em 1920. Em 1929 é que começou a colonização efetiva da região, com migrantes de São Paulo e Minas Gerais. A principal motivação deles era a Estrada de Ferro São Paulo–Paraná.

Em 1931, foi criado o distrito judiciário de Cornélio Procópio, ainda como parte do município de Bandeirantes. Sete anos depois, essa situação se inverteu, e Bandeirantes ficou subordinada à Cornélio Procópio, que se tornou município. Hoje, a cidade conta com pouco mais de 48 mil habitantes.

Ouça mais um episódio do Especial “Cidades do Paraná”:

Deixe uma mensagem