Foto: Pixabay

Para evitar a propagação de notícias falsas sobre saúde, com curas milagrosas, receitas médicas erradas ou diagnósticos sem a procura por um médico, um grupo de profissionais de saúde do Paraná criou a plataforma “Minuto Investiga” para desmistificar alguns assuntos que são compartilhados nas redes sociais.

Segundo o gestor de conteúdo do Consulta Remédios, Fernando D’Aquino, as notícias falsas em relação à saúde podem trazer consequências sérias.

A equipe fez uma pesquisa de amostragem no último mês de setembro com 6.300 pessoas. Destas, 94% afirmaram já ter buscado informações sobre saúde na internet.

Para procurar a veracidade da informação, o material publicado passa por uma criteriosa checagem de acordo com protocolos médicos e literatura científica internacional. Um dos temas já solucionados foi a relação da vacinação de gestantes com o desenvolvimento de autismo no bebê. Assunto que foi comprovado como mito pelos especialistas.

Quem tiver dúvidas sobre temas relacionados à saúde pode acessar o site minutosaudavel.com.br.

Repórter Francielly Azevedo