O anteparo contra fura-catracas foi instalado na estação-tubo do Passeio Público nesta quarta-feira (9). A ideia é conter a ação de quem embarca nos ônibus do transporte coletivo sem pagar a tarifa.

Os dispositivos estão nas portas 1 e 5 da plataforma da estação Passeio Público, tanto no sentido Capão Raso como no sentido Santa Cândida.

De acordo com o diretor executivo das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana, Luiz Alberto Lenz César, a ação dos fura-catracas prejudica toda população que utiliza o transporte coletivo.

Um levantamento feito pelas empresas de ônibus mostrou que a estação-tubo Passeio Público é a mais invadida entre os 294 pontos de cobrança do sistema de transporte. Nos sete dias pesquisados, 1.462 pessoas invadiram a estação no sentido Santa Cândida e 378 no sentido Capão Raso.

Além do impacto na economia, o diretor destaca que a iniciativa também pretende melhor a segurança.

O projeto está em fase de testes e, se funcionar, deve ser aplicado em outras estações-tubo da cidade.

O projeto do anteparo teve aprovação da Urbs (Urbanização de Curitiba) e seu custo será bancado pela empresa Transporte Coletivo Glória.

Repórter Francielly Azevedo