Foto: Cesar Brustolin/SMCS

O prefeito de Curitiba e o governador do estado se reúnem nesta quinta-feira (17) para falar sobre transporte coletivo. A agenda foi confirmada por Rafael Greca em entrevista à CBN Curitiba; a pauta será voltada à integração do transporte metropolitano. Dentre os assuntos a serem tratados, está o fim da isenção do ICMS do diesel, que deixou de ser aplicado após seis anos, em decorrência de uma decisão do Conselho de Política Fazendária, ligado ao governo federal. O fim da anistia pode empurrar para cima os custos do sistema.

Greca ainda afirmou que as atuais movimentações da prefeitura são pela necessidade de se fazer o menor reajuste tarifário possível em fevereiro, mês estabelecido em contrato para a revisão dos valores. Assim, a perspectiva é de que algum aumento no preço da passagem de ônibus é inevitável.

Ainda nesta entrevista à CBN Curitiba, o prefeito falou sobre Previdência. Disse que entrou em contato com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta semana. Enviou uma carta, segundo Greca, para encoraja-lo a tocar a reforma em nível nacional.

A reforma previdenciária de Curitiba já está valendo, passou a vigorar após aprovação na Câmara municipal, junto às medidas de ajuste fiscal encaminhadas pelo executivo desde o início da gestão Greca. Similar à solução pensada na esfera federal, a medida local estabeleceu um sistema de capitalização para garantir sustentabilidade.

Repórter Cristina Seciuk