Terrazza Panorâmico

O Banco Central bloqueou quase R$ 2 milhões de contas bancárias do ex-ministro e ex-senador Edison Lobão (MDB-MA). A determinação foi da juíza substituta da Operação Lava Jato no Paraná, Gabriela Hardt.

Réu na Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em relação ao contrato de construção da Usina de Belo Monte, no Pará, Lobão recebeu cerca de R$ 2,8 milhões. O montante foi dividido em cinco entregas, entre os anos de 2011 e de 2014, pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht.

Além do ex-ministro, são réus no processo três ex-executivos da empreiteira, um filho e uma nora dele. Quando aceitou a denúncia do Ministério Público Federal, a juíza determinou o sequestro de R$ 7,8 milhões em ativos financeiros e bens em nome dos três integrantes da família Lobão.

Repórter Marcelo Ricetti