Foto: Osvaldo Ribeiro/SESP

O ex-secretário de Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita, será o coordenador geral de combate ao crime organizado no governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em entrevista à rádio CBN Curitiba, Mesquita disse que aceitou o convite feito por Rosalvo Franco, ex-superintendente da Polícia Federal do Paraná e atual secretário de Operações Integradas do Ministério da Justiça, que é comandado pelo ex-juiz federal Sérgio Moro.

Mesquita destacou que o papel principal será organizar o trabalho das policiais do país.

A ideia de padronizar o procedimento policial vem de longa data e, segundo Mesquita, a experiência dele na Secretaria de Segurança Pública do Paraná só serviu para ele perceber ainda mais o quanto o crime organizado é forte no país.

O coordenador afirmou que está confiante com a equipe que foi formada pelo ministro Sérgio Moro e que o momento é bom para o Ministério da Justiça. Mas também pontuou que o problema da criminalidade não será resolvido do dia para noite.

Wagner Mesquita foi secretário de Segurança Pública do Paraná entre maio de 2015 e fevereiro de 2018, na gestão do ex-governador Beto Richa (PSDB).

Repórter Francielly Azevedo