Foto: Dino Gebeluca
Terrazza Panorâmico

Quatro pessoas ficaram feridas após uma forte explosão dentro de um apartamento no bairro Água Verde, em Curitiba, na manhã deste sábado (29). O caso mais grave envolveu um menino de 11 anos, que foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador. Com a força da explosão, ele foi arremessado do sexto andar do prédio. A vítima foi encaminhada em estado crítico, com politraumatismo. O menino passou por uma cirurgia, não resistiu e morreu nesta tarde.

Segundo o Subcomandante do Corpo de Bombeiros, major Eduardo Gomes Pinheiro, a explosão aconteceu durante a impermeabilização de um sofá. O serviço era realizado por uma empresa especializada no ramo.

Ainda de acordo com o tenente Thiago Vieira, que participou dos trabalhos de resgate e rescaldo, a Polícia Científica foi acionada e o trabalho de perícia irá determinar o que aconteceu. As causas do acidente serão investigadas.

Com a explosão, as paredes cederam e estilhaços de vidro e concreto se espalharam pela região.

Os outros feridos foram atendidos no local e depois encaminhados ao Hospital Evangélico, referência no tratamento a queimados. Foram encaminhados dois homens, de 30 e 27 anos, e uma mulher de 23 anos.  As três vítimas estão em estado grave, com até 80% dos corpos queimados.

A explosão aconteceu às 9h40 deste sábado (29), na Rua Dom Pedro I, na esquina com a Rua Marquês do Paraná, no Bairro Água Verde, em Curitiba.

Após o acidente, o apartamento ficou em chamas. O fogo foi controlado às 10h30. Moradores da região e pessoas que trabalham no entorno compararam o barulho à queda de um avião. A rua foi tomada por pessoas preocupadas com a situação. O perímetro foi isolado pelas autoridades de segurança.

Repórter Vanessa Fernandes