Foto: Venilton Küchler

Uma exposição no Aeroporto Afonso Pena  chama a atenção para importância da doação de órgãos.

O objetivo é chamar a atenção das pessoas para a importância de abordar o tema.  Entre passageiros, acompanhantes e funcionários do aeroporto, cerca 30 mil pessoas circulam pelo local diariamente. A expectativa é que a ação ajude o Estado a expandir ainda mais o alcance da campanha “Doe Órgãos. Fale Sobre Isso” e, consequentemente, ajude a aumentar ainda mais o número de doações e transplantes realizados.

Em 2016, 718 órgãos foram transplantados no Paraná. O número é quase três vezes maior do que o registrado em 2010. Foram em média dois procedimentos por dia ao longo do ano passado. As estatísticas levam em conta os transplantes de coração, fígado, rim e pâncreas.

De acordo com a Central Estadual de Transplantes, pouco mais de 3,3 mil pessoas aguardavam por um órgão no Paraná há seis anos. Hoje, este número caiu quase pela metade e mantém 1.724. A mostra é aberta ao público e está instalada no saguão principal do andar de embarque do aeroporto (1º andar). A exposição permanece no local até o dia 2 de março.

Repórter Andressa Tavares

Deixe uma mensagem