vacinacao-febre-amarela
Foto: Valdecir Galor/SMCS
Terrazza Panorâmico

Um morador de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, foi diagnosticado com febre amarela. O caso registrado no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta quinta-feira (13). Agora são 17 casos confirmados da doença no Paraná e 76 em investigação.

Segundo o boletim, uma pessoa morreu em decorrência da doença. Um homem, morador de Morretes, no Litoral do Paraná, foi diagnosticado e morreu no dia 06 de março.

O boletim também revelou que mais nove macacos tiveram confirmação de morte por conta da doença, em uma semana. As novas ocorrências foram em Jaguariaíva (4), Carambeí (2), São José dos Pinhais (1), Campo Largo (1) e em Balsa Nova (1). Ao todo, 42 macacos foram encontrados mortos no Paraná.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde, Acácia Nasr, alerta que é preciso se imunizar contra a doença, uma vez que ela já foi registrada em 10 cidades.

Entre o período de 01 de janeiro a 12 de junho de 2019 foram aplicadas pouco mais de 850 mil doses da vacina contra febre amarela na população de 09 meses a 60 anos.

A vacinação é gratuita e, em Curitiba, é disponibilizada nas 110 Unidades Básicas de Saúde.

Uma dose única da vacina é suficiente para proteção por toda a vida.

Repórter William Bittar