Foto: Lucian Pichetti
Terrazza Panorâmico

Nesta segunda-feira, a Secretaria de Educação do Paraná e a APP-Sindicato, que representa os trabalhadores do setor no Estado, chegaram a um acordo sobre a reposição das aulas, que foram suspensas durante os 14 dias de greve do funcionalismo público.

Cada escola, segundo o acordo, deve elaborar o seu calendário. Nele, podem haver aulas nas férias de julho e, inclusive, aos sábados. O prazo para que os diretores das escolas apresentem o plano de reposição termina nesta quinta-feira.

O governo apresentou uma nova proposta de reajuste aos servidores, na sexta-feira. No sábado, os funcionários públicos aceitaram o pagamento dos 5,08% de reajuste, em três parcelas. Com isto, a greve foi suspensa, até o dia 10 de agosto, quando deve ser realizada uma nova assembleia.

Repórter Marcelo Ricetti