Foto: Partiu Plano B
Terrazza Panorâmico

Na coluna “Feito Aqui” desta terça-feira (18), a jornalista Vanessa Brollo, do Blog Partiu Plano B, conta a história de Jacson Fressatto. Em 2010, ele se tornou pai de Laura. Ela nasceu prematura e foi internada na UTI Neonatal de um hospital, em Curitiba. Só que a bebê teve sepse, mais conhecida como infecção hospitalar, e não resistiu. Em homenagem à filha e com  a missão de impedir mortes semelhantes, o arquiteto de sistemas  criou o primeiro robô cognitivo gerenciador de risco do mundo. O Robô Laura salva uma vida por dia e atualmente opera em cinco hospitais. O software lê as informações dos pacientes e emite alertas que são enviados a cada 3,8 segundos à equipe médica com o objetivo de sinalizar o quadro de pacientes com riscos de infecção generalizada, além de alertar com antecedência outros casos de deterioração.

Ouça a coluna completa:

Deixe uma mensagem