Categorias: CBN DESTAQUE Política

Feminicídio foi o tema das discussões na sessão da CMC

A violência contra a mulher foi o tema da sessão desta segunda na Câmara. As discussões giraram em torno de uma proposta do vereador Zezinho do Sabará, do DEM, instituindo o “Dia Municipal de Combate ao Feminicídio”.

Éder Borges, do PSD, questionou.  Ele não concorda com o uso do termo feminicídio. Segundo ele, o assassinato de seres humanos já foi batizado, e todos conhecem como homicídio.

Maria Letícia, do PV, rebateu. De acordo com ela, os dados da violência apontam que trata-se de ódio contra o gênero feminino.

Professora Josete, do PT disse que os legisladores precisam tratar a questão para corrigir uma distorção histórica na aplicação das punições.

Com 28 votos a favor, 2 contrários e 5 abstenções, a proposta foi aprovada. O dia Municipal de Combate ao Feminicídio será lembrado no dia 25 de novembro.

Ainda sobre a violência contra a mulher, o vereador Márcio Barros do, PSD , também abordou o assunto. Em sugestão de ato administrativo, ele pretende incentivar a contratação de mulheres vítimas de violência doméstica, para torná-las independentes financeiramente.

Essa postagem foi modificada em 22 de fevereiro de 2021 16:54

Compartilhar
Tags: CMC Discussões feminicídio PSD PV sessão vereadores

Esse Aceite utiliza Cookies