fraude-em-planos-de-saude-policia-civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Terrazza Panorâmico

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) cumpriu 14 mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira (19), em Curitiba e São José dos Pinhais, na Região Metropolitana com o objetivo de apurar um esquema fraudulento na contratação de planos de saúde empresariais. O prejuízo causado às vítimas seria de mais de R$ 670 mil. A fraude em planos de saúde pode ter lesado mais de 300 idosos.

De acordo com as investigações, o líder do esquema criminoso seria corretor de seguros registrado na Superintendência de Seguros Privados e teria uma corretora em funcionamento no Centro de Curitiba. Junto a ele, também participavam dos crimes um contador e empresários.

O delegado-adjunto da Delegacia de Estelionato, Marcos Pestano, conta que o grupo aplicou o golpe na contratação de planos de saúde em uma grande operadora de Curitiba e atingiu mais de 300 idosos na capital. Pestano destaca ainda que a quadrilha também aplicou o golpe no Rio de Janeiro.

Funcionários fantasmas

Segundo as investigações, o grupo utilizava uma empresa familiar para incluir funcionários inexistentes possibilitando a adesão destes a planos de saúde empresariais e coletivos, por meio de dados e documentação falsa. Os “funcionários” eram registrados em funções como as de motoristas e costureiras. A maioria deles tinha idade avançada, alguns com mais de 80 anos.

O grupo criminoso vendia essas inclusões para associações privadas de servidores públicos de diversos estados. Com o golpe, os investigados teriam recebido R$ 672 mil. Valor este depositado na conta de uma das empresas fraudulentas utilizadas no esquema.

O delegado Marcos Pestano explica ainda que pediu a prisão dos suspeitos ao judiciário mas que esta foi indeferida, no entanto quatro veículos em nome dos suspeitos foram bloqueados pela justiça.

A Delegacia de Estelionato dará continuidade às investigações, com analises documentais e pericias em aparelhos de telefone celular que foram apreendidos na ação desta quinta-feira.

Repórter Vanessa Fernandes