Reprodução SPVS - Cristian Rizzi - SOS Mata Atlântica
Terrazza Panorâmico

Frente Parlamentar pela Reabertura da Estrada-Parque Caminho do Colono quer aliar desenvolvimento econômico com preservação ambiental para garantir um novo modelo para o funcionamento do trecho, fechado pela última vez em 2001.

A Frente, formada por 24 deputados e instituída na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), quer que a população volte a trafegar na Estada, que fica no Parque Nacional do Iguaçu, no trecho da PR-495, em Capanema. Uma das condições debatidas durante o encontro é que o trecho se transforme em uma estrada ecológica.

A primeira providência da Frente Parlamentar será debater as ideias com a população. Por isso, duas audiências públicas serão realizadas, primeiro no dia 15 de agosto, em Capanema, e depois no dia 16 de agosto, em Medianeira.

De acordo com o presidente do legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB), que já foi presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste, uma série de cuidados devem ser impostos para a reabertura com o objetivo de preservação da fauna e da flora.

Traiano compara a Estrada do Colono à Rodovia das Cataratas, e diz que é possível aliar preservação e desenvolvimento. Para o presidente da Assembleia é necessário que a estrada conte com policiamento efetivo. 

Já o deputado Tadeu Veneri (PT), acredita que antes de se falar em abertura da estrada do colono é preciso discutir amplamente o assunto. Veneri diz ainda que poderiam ser sugeridas alternativas à abertura da estrada.

Outra preocupação de Tadeu Veneri é que o local se torne uma via para contrabando, tráfico, caça, ou qualquer outra atividade criminosa, já que se trata de uma região próxima à fronteira.

O trecho da Estrada do Colono é de cerca de 17 quilômetros e corta o Parque Nacional do Iguaçu. Com o desmatamento na região e a criação de outras estradas, houve a pressão de grupos ambientalistas para o fechamento da estrada, o que aconteceu em 1986. Em 1997, ocorreu a reabertura ilegal do trecho, que foi fechado definitivamente em 2001, após ação conjunta do Exército, Polícia Federal e IBAMA. Com a estrada fechada, a distância entre as cidades de Medianeira e Capanema aumenta de 58 quilômetros para mais de 170 quilômetros.

Repórter Vanessa Fernandes