Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado

Após a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4), de absolver o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, a senadora Gleisi Hoffmann disse ter esperança de que este seja o mesmo destino do ex-presidente Lula.

No mesmo processo o TRF4, que julga os recursos da Lava Jato, aumentou em dez anos a pena do ex-ministro petista José Dirceu. Foram duas sessões para concluir o julgamento da apelação da defesa de Dirceu. No ano passado, o ex-ministro tinha sido condenado por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, acusado de receber propina da Engevix, uma das empresas que fraudavam licitações da Petrobras.

No discurso, proferido na tarde desta terça-feira (26), a presidente nacional do PT voltou a criticar o juiz Sérgio Moro e disse para o magistrado arrumar provas contra Lula antes de condená-lo.

Na noite desta terça, Gleisi Hoffmann respondeu à carta recebida do ex-ministro Antonio Palocci, na qual ele pediu a desfiliação do partido e fez severas críticas à legenda.

Para a senadora, a carta de Palocci seria mais um artifício usado pelo ex-ministro para tentar negociar seu acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. Segundo Gleisi, “Política e moralmente, Palocci já está fora do PT”.

Repórter Lucian Pichetti

Deixe uma mensagem