Governo ainda não definiu formato para a volta das aulas no Paraná

Governo ainda não definiu formato para a volta das aulas no Paraná
Foto: Freepik

Em dezembro do ano passado, o Governo do Paraná anunciou que o retorno das aulas na rede estadual de ensino aconteceria no dia 18 de fevereiro de 2021, no formato híbrido, ou seja, parte dos alunos em sala e outra parte acompanhando por meio das videoaulas.

Nesta quarta-feira (20), o governador Ratinho Júnior assinou um decreto autorizando a retomada das aulas presenciais em escolas estaduais públicas e particulares e em Universidades públicas. No entanto, o documento não estipula uma data para isso acontecer, nem o formato que será adotado.

O Sindicato das Escolas Particulares do Paraná (Sinepe/PR) informou que a maioria das escolas particulares deve retornar às atividades entre o dia 8 e 15 de fevereiro. Além disso, a ideia é voltar com as aulas 100% no formato presencial.

O Sinepe reforçou que questionários devem ser feitos com pais e responsáveis sobre a permissão do retorno presencial aos alunos e que existe a possibilidade de utilização do sistema híbrido.

Durante uma live pelo youtube, na manhã desta sexta-feira (22), o assessor jurídico do Sinepe/PR, Luís Cesar Esmanhotto, frisou que não há nenhuma regulamentação sobre como será o formato do ensino híbrido no estado.

Em nota, a Secretaria de Educação do Paraná informou que o decreto é importante para autorizar as partes envolvidas a se organizarem quanto ao retorno das aulas presenciais.

A nota diz ainda que agora há o momento de discussão interna para elaboração da resolução que vai definir e normatizar o modelo a ser adotado pela Rede Estadual de Ensino.

Ainda conforme a pasta, todo o processo está condicionado à Secretaria da Saúde do Paraná, que precisa autorizar o formato de acordo com o contexto da pandemia.

Repórter William Bittar