Governo estuda prorrogação do decreto com toque de recolher

Governo estuda prorrogação do decreto com toque de recolher
Divulgação AEN

O Governo do Paraná deve definir ainda nesta quinta-feira (7) se prorroga ou não o decreto que estipulou o toque de recolher em todo o estado. A medida foi adotada no dia 02 de dezembro de 2020 como forma de combater o novo coronavírus.

O toque de recolher é válido das 23h às 05h, período em que fica proibida a circulação de pessoas em espaços públicos e também é proibida a venda de bebidas alcoólicas. A restrição não se aplica apenas aos serviços considerados essenciais.

Uma das justificativas para a adoção do toque de recolher em todo o estado foi o a taxa de ocupação dos leitos SUS exclusivos para pacientes da Covid-19 nos hospitais estaduais.

No dia 02 de dezembro, dia que o decreto foi iniciado, a taxa de ocupação estava em 87% no Paraná. A região Leste estava com a situação mais crítica com 93% dos leitos ocupados, seguida da região Noroeste com 88% de ocupação, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Nesta quarta-feira (6), a taxa de ocupação estava em 78%, sendo que a região Leste do Paraná segue com a situação mais crítica, com 83% de ocupação dos leitos SUS exclusivos para pacientes diagnosticados com a doença.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, até esta quarta-feira, o Paraná já registrou 427.590 casos confirmados e 8.170 mortes pelo novo coronavírus.

Repórter William Bittar


Justiça nega liminar que pedia funcionamento de restaurantes após 22h