Foto: Reprodução site Positivo
Terrazza Panorâmico

O Grupo Positivo concretizou nesta semana a aquisição de seis unidades de ensino no Paraná: duas em Curitiba, duas em Foz do Iguaçu e duas em Cascavel.

Aqui na Capital, o grupo arrematou por R$ 58,3 milhões as duas unidades do agora antigo Colégio Expoente. A compra se deu por meio de um leilão público, já que a Justiça decretou a falência do Colégio Expoente.

A partir de 2020, as duas unidades, uma no Boa Vista e a outra no Água Verde, passam a chamar Colégio Positivo, segundo o presidente da Positivo Educacional, Lucas Guimarães.

O presidente da Positivo Educacional aproveitou a entrevista concedida ao CBN Curitiba Edição da Tarde para esclarecer como será o processo de transição. Por enquanto, o processo é feito por um administrador judicial.  

Lucas Guimarães garantiu que o ano letivo está mantido nas duas unidades. O Grupo Positivo tem autorização para assumir legalmente as duas unidades a partir do dia 01 de janeiro de 2020.

Além do Colégio Expoente, o Grupo Positivo também adquiriu duas unidades do Colégio Semeador, em Foz do Iguaçu, e duas sedes da escola bilíngue Passo Certo, em Cascavel. As unidades da Passo Certo não devem utilizar o sistema Positivo.

O Grupo Positivo já tem unidades em Joinville, Londrina e Ponta Grossa.