Foto: Divulgação/SMCS

A Guarda Municipal deteve um homem, de 34 anos, flagrado pichando a escadaria da Igreja do Rosário e outros imóveis no Largo da Ordem, em Curitiba. A detenção foi na manhã deste domingo (15), nas proximidades do Palácio Belvedere, no Alto São Francisco.

O homem estava com duas latas de tinta spray, uma delas na cor das pichações. Ele também tinha as roupas e mãos sujas com a mesma tinta.

Ele foi levado à Delegacia do Meio Ambiente, pagou multa de R$ 10 mil e foi liberado.

O pichador já tinha passagem pela polícia por roubo, furto, tráfico de drogas e invasão à domicílio.

Os casos de flagrantes envolvendo pichadores têm sido constantes na capital, em 2018. No fim de março, o guarda municipal Ulisses de Souza atirou na perna de um jovem de 19 anos que, segundo a Guarda, estava pichando a parede de uma capela em frente ao Cemitério Municipal de Curitiba, na Praça Redentor, no Centro.

O servidor relatou que flagrou o rapaz pichando e que tentou abordá-lo, mas que ele revidou e jogou uma lata de spray nele. Por se sentir ameaçado, o guarda atirou.

Ulisses inclusive foi congratulado pelo prefeito Rafael Greca, que o parabenizou “pela admirada atuação em favor do Cemitério Municipal”.

A multa por pichar um patrimônio histórico tombado, como a Igreja do Rosário, é de R$ 10 mil. Denúncias sobre este tipo de delito podem ser feitas ao telefone 153, do Centro de Operações de Defesa Social, ou ao 190, da Polícia Militar.

Repórter Lucian Pichetti

Deixe uma mensagem