Foto: Cristina Seciuk

Um homem, de 40 anos, foi preso pela Polícia Civil suspeito de ser o mandante do crime que matou um adolescente, de 14 anos, e deixou o pai dele gravemente ferido, no final da manhã do dia 19 de janeiro, no bairro Bom Retiro, em Curitiba.

Os dois estavam dentro de um veículo estacionado na Rua Desembargador Hugo Simas, quando um homem se aproximou e efetuou vários disparos. Pai e filho foram encaminhados ao hospital, mas o jovem não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo as investigações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o preso devia muito dinheiro para o homem que era alvo do atirador e por isso, ele ordenou a morte. A delegada Thatiana Guzella, responsável pelo caso, afirmou que a identificação do mandante foi possível com as imagens de câmeras de segurança. Ela também apontou que o mandante do crime se encontrou com as vítimas, minutos antes dos disparos.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o homem que foi baleado, tem passagens por furto, roubo, tráfico de drogas e usava uma identidade falsa. A delegada frisou que o homem baleado atuava como agiota, o que teria motivado o crime.

O autor dos disparos e o motorista do veículo durante a fuga ainda estão foragidos.

Repórter William Bittar