Hospitais modificam estruturas para atender demandas de cirurgias

Hospitais modificam estruturas para atender demandas de cirurgias
Foto: Divulgação

Desde o início da pandemia da Covid-19 os hospitais de todo o Brasil estão se adaptando e criando alternativas para lidar da melhor maneira com a nova realidade. Os atendimentos e cirurgias eletivas seguem em paralelo e com protocolos específicos.

José Octávio Leme, diretor do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba, conta que durante este período de pandemia foi necessário o aprimoramento em protocolos de atendimento até investimentos em infraestrutura e pessoal. As novas estruturas e a reorganização do fluxo permitem hoje que pacientes de consultas, exames e cirurgias eletivas possam retomar os tratamentos de saúde.

O hospital criou estruturas separadas para atendimento e criou salas com sistema de renovação do ar contínuo, e ate antecâmaras de pressão negativa para descontaminação, capazes de filtrar o ar na entrada e saída de pacientes e profissionais de saúde, nos locais de internação e centro cirúrgico. De acordo com José Octávio Leme todas as mudanças foram embasadas em estudos, em parceria com a Escola de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)

No Paraná a Secretaria da Saúde divulgou neste mês de setembro uma nova recomendação para procedimentos cirúrgicos eletivos. As medidas estão sendo tomadas para contingenciamento de insumos por causa da escassez de medicamentos anestésicos e relaxantes musculares, para que sejam destinados ao tratamento de pacientes infectados pela Covid-19.

Esta nova resolução autoriza que hospitais privados, que não estejam no plano de atendimento Covid-19 ou não sejam contratualizados pela Secretaria da Saúde, realizem quaisquer procedimentos eletivos hospitalares, desde que se responsabilizem pela aquisição dos insumos anestésicos para o cumprimento destas atividades.

A nova orientação também recomenda que a suspensão não se aplique a procedimentos de cardiologia, oncologia, nefrologia, exames considerados necessários em caráter de urgência, procedimentos a serem realizados em âmbito laboratorial e que, a critério médico, sejam considerados de urgência ou emergência.

Repórter Grasiani Jacomini