Foto: Arnaldo Alves / AEN.
Terrazza Panorâmico

Maior complexo hospitalar público do Paraná, o Hospital do Trabalhador, em Curitiba, vai ganhar um novo ambulatório de especialidades médicas. Com ele a capacidade de consultas será ampliada de 8 mil para 25 mil por mês.

O governador Ratinho Junior assinou, nesta segunda-feira (4), a licitação para as obras do Ambulatório Médico de Especialidades da Kennedy. O investimento é de 8,8 milhões de reais.

O novo centro será erguido na área da antiga farmácia especial, que funcionou até 2017 na Avenida Presidente Kennedy, no bairro Portão. O espaço abrigará 42 consultórios, ampla sala de espera e sala de raio-X. A previsão é que a obra seja concluída até o fim de 2020.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, explicou que a incorporação do centro de especialidades ao Complexo Hospital do Trabalhador vai permitir atender de forma especializada e otimizada, reduzir os custos com os setores administrativos, agilizar os processos de compra, facilitar as transferências de pacientes e melhorar a utilização dos equipamentos.

De acordo com o diretor-superintendente do Complexo Hospital do Trabalhador, Geci Labres de Souza Júnior, a mudança do ambulatório de especialidades representará um alívio na sobrecarga na organização do hospital.

Além do novo Ambulatório Médico de Especialidades da Kennedy,  compõem ainda o Complexo Hospitalar do Trabalhador o Centro Hospitalar de Reabilitação Ana Carolina Moura Xavier e o Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio Palatal.

Ao ser incorporado ao Complexo do HT, o Centro Hospitalar de Reabilitação acrescentou 70 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI e passou de 37 cirurgias por mês para 217 em outubro.

Segundo o governo, o Hospital do Trabalhador também deve aumentar a estrutura de pronto-socorro, com previsão de duplicação da unidade de emergência para o próximo ano, e ainda receber novos equipamentos.

Fonte: AEN