(Foto: Arquivo / Agência Brasil)

A Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) estima que a retomada total da produção, após a greve dos caminhoneiros, deve acontecer daqui a 10 dias. A entidade informa que, aos poucos, as empresas começam a retomar as atividades, com a perspectiva de melhora a cada dia que passa.

Este é o prazo para que as matérias-primas comecem a chegar de forma mais regular nas empresas, o que deve acontecer principalmente a partir desta segunda-feira, dia 04 de junho. Somente depois disto é que a produção deve realmente ser retomada.

Conforme levantamento da Fiep, o prejuízo do setor industrial paranaense durante a paralisação alcança os R$ 3 bilhões. Os principais atingidos são as indústrias de micro, pequeno e médio porte. A entidade afirma que não há alternativa de recuperar este prejuízo.

Neste momento, além da preocupação com a retomada da produção, os empresários verificam como podem cumprir com as suas obrigações, principalmente com a folha de pagamento de pessoal e a quitação de impostos, de acordo com a federação.

Repórter Joyce Carvalho

Deixe uma mensagem