Foto: Ayrton Baptista Junior

Por cinco votos a quatro, o J. Malucelli foi absolvido no Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR), nesta quinta-feira (16). O órgão analisou um recurso do clube que havia sido punido, no dia 21 de fevereiro, pela 2ª Comissão Disciplinar do mesmo tribunal, com a perda de 16 pontos no Campeonato Paranaense, após ser acusado de ter escalado de forma irregular o atacante Getterson nas três primeiras rodadas da competição (três pontos por jogo disputado e os sete obtidos dentro de campo, com duas vitórias e um empate).

O advogado do J. Malucelli, Marcelo Contini, se baseou no artigo 15 do regulamento do campeonato, que permite a utilização de jogadores que retornam de empréstimo mesmo sem a publicação no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF antes da nona rodada. O BID é o documento que confirma o vínculo entre atletas e clubes. Getterson retornou em dezembro de um empréstimo de quatro meses ao Dallas, do Estados Unidos.

Com esta decisão, o J. Malucelli se mantém na segunda colocação do Campeonato Paranaense, com 14 pontos. O líder é o Paraná Clube, com 18.

A denúncia, porém, ainda pode ser levada pela Procuradoria do TJD-PR ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Deixe seu comentário