Foto: Sandro Nascimento/Alep
Terrazza Panorâmico

A disputa pela presidência da CCJ, a comissão Permanente mais importante da Alep, que se arrastou nos últimos dias terminou nesta segunda-feira (11) com uma solução negociada.

O deputado Nelson Justus (DEM), abriu mão da própria candidatura, e acabou aceitando presidir a Comissão de Finanças e Tributação. Com isso, Fernando Francischini, do PSL, que também disputava o cargo, foi indicado como presidente da Comissão. Justus, que esteve por oito anos na presidência da CCJ, anunciou sua decisão durante a sessão plenária.

Deu a entender que pretende voltar a presidência da CCJ no futuro, no melhor estilo um passo atrás e dois pra frente.

O novo presidente da Comissão, Fernando Francischini reconheceu e agradeceu a atitude de Nelson Justus. Uma decisão em prol do Paraná, segundo ele.

Entre as atribuições da CCJ estão: emitir parecer quanto à constitucionalidade, legalidade, juridicidade, adequação regimental e caráter estrutural das proposições; propor, mediante projeto de resolução, a suspensão, no todo ou em parte, de lei ou decreto municipal declarado inconstitucional pelo Tribunal de Justiça; manifestar-se sobre a perda de mandato de Deputado nos termos do regimento interno da Assembleia; além de autorizar instauração de processo de apuração de infração penal comum contra o Governador do Estado e outros agentes públicos.

Repórter Fabio Buchmann