Foto: Vanessa Fernandes

Nesta segunda-feira (7), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu a visita do teólogo Leonardo Boff, na sala de Estado Maior na Superintendência da Policia Federal onde está preso há 30 dias.

A visita, solicitada e autorizada diretamente pelo superintendente da Polícia Federal Maurício Leite Valeixo, teve caráter religioso.

O teólogo é amigo do ex-presidente Lula e teve sua visita negada no dia 19 de abril pela juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena do ex-presidente.

Após a visita que durou pouco mais de uma hora e meia, o teólogo disse que Lula está lendo muito, em especial livros ligados a espiritualidade. De acordo com Leonardo Boff, Lula está muito bem.

Ao falar ainda sobre a visita ao ex-presidente, assumindo o discurso do PT, Leonardo Boff disse que Lula é sim candidato nas eleições deste ano.

As visitas a Lula, desde o dia 7 de abril quando foi preso, têm sido realizadas as quintas-feiras para familiares e amigos, mas a superintendência autorizou a visita do religioso hoje.

Desde o dia 25 de abril, a juíza Carolina Lebbos transferiu para a Polícia Federal a responsabilidade de autorizar as visitas ao ex-presidente Lula.

Nesta segunda-feira advogado de defesa de Lula, Cristiano Zanin também esteve em visita na Policia Federal. O advogado tem autorização para visitar Lula diariamente.

Repórter Vanessa Fernandes

Deixe uma mensagem