Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ficou em silêncio durante um depoimento, nesta sexta-feira (5), na sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde está preso há quase um ano. De acordo com a PF, o interrogatório começou por volta das 9h e terminou antes das 11h.

O inquérito investiga lavagem de dinheiro e pagamento de propina em relação aos navios-sonda da Sete Brasil e a construção da Usina Belo Monte. A defesa de Lula reitera a inocência dele e diz que o ex-presidente não cometeu crimes em momento algum. Lula também afirma que não cometeu irregularidades.

A oitiva de Lula estava agendada inicialmente para o dia 22 de março, mas foi suspensa após determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. Na ocasião, o ministro aceitou o pedido da defesa do ex-presidente, que pediu mais prazo para analisar os documentos referentes à investigação.

Repórter Francielly Azevedo