Foto: Reprodução/EBC

Desde 2015 até essa quinta-feira (21) foram registrados 1.586 inquéritos policiais relacionados ao crime de injúria racial, destes 804 resultaram em denúncias. Os dados são do Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Em relação aos crimes de preconceito de raça e cor, foram 92 inquéritos policiais incluídos no sistema, com 24 denúncias.

Nesta quinta-feira (21), o governador Ratinho Junior sancionou a lei que institui o Dia Estadual de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

A Lei define que a data será celebrada anualmente em 21 de março, com campanhas e ações educativas realizadas pelos poderes Executivo e Legislativo.

A secretária nacional de Políticas de Promoção e Igualdade Racial, Sandra Terena, esteve presente. Ela afirmou que é preciso que os governos federal e estadual atuem juntos no combate ao racismo.

O autor do projeto de lei, deputado estadual Anibelli Neto (MDB), explicou que a proposta prevê ações para as pessoas reflitam sobre um tema importante e urgente para sociedade.

O secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, reforçou a importância de denunciar crimes deste tipo.

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu  21 de março como Dia Internacional da Luta pela Eliminação do Preconceito Racial. A data foi escolhida em referência ao massacre que ocorreu em Joanesburgo, na África do Sul, no 21 de março de 1960, quando 69 pessoas morreram e 180 ficaram feridas durante um protesto contra as leis apartheid.

Repórter Francielly Azevedo