Foto: Receita Federal
Terrazza Panorâmico

Foram apreendidos, nesta quarta-feira, no Porto de Paranaguá, mais de 560 quilos de cloridrato de cocaína, a forma mais pura da droga. A ação foi da equipe da Seção de Vigilância Aduaneira da Alfândega, da Receita Federal.

O entorpecente estava escondido em um contêiner carregado com amendoim, que seria despachado para o Porto de Rotterdam, na Holanda.

Ao passar pelo scanner, o contêiner apresentou anormalidade entre as bolsas que continham o produto. Logo ao abrir a estrutura, os agentes localizaram a droga entre a carga.

Foi a 11.ª apreensão de cocaína neste ano, no terminal de contêineres do porto paranaense. A última carga da droga, de cerca de 300 quilos,  que também tinha como destino o porto holandês, foi apreendida em 17 de maio, em um contêiner carregado com sucata.

Em 2019, a Receita Federal já apreendeu mais de 7 toneladas de cocaína em ações feitas no terminal de contêineres do Porto de Paranaguá.

Repórter Marcelo Ricetti