Manoel Ribas: governador que ampliou estradas e a educação no Paraná

Manoel Ribas: governador que ampliou estradas e a educação no Paraná
Foto: Reprodução

Quem é quem é: ele dá nome a uma avenida de Curitiba e a um município que fica na região central do Paraná. Já sabe a resposta? Eu estou falando de Manoel Ribas. Nascido em Ponta Grossa, em 1873, herdou o nome do avô, o brigadeiro Ribas, que fez a expedição ao alto Paraná a fim de guarnecer as fronteiras durante a Guerra do Paraguai.

Assumiu, em 30 de janeiro de 1932, o governo do Paraná, a convite do presidente Getúlio Vargas. Permaneceu no cargo por treze anos. A bem-sucedida carreira na área administrativa empresarial o possibilitou governar com prestígio e autoridade.

Apesar de poucos recursos disponíveis, realizou importantes obras básicas, sem descuidar da assistência aos pobres e desvalidos. Construiu, por exemplo, os 700 quilômetros da Estrada do Cerne, ligação vital ao desenvolvimento integrado do Estado. Iniciou também as obras das estradas de Curitiba a União da Vitória e de Ponta Grossa a Apucarana.

Ampliou a atenção à educação com a construção de escolas, a mais representativa delas o Colégio Estadual do Paraná. A Indústria Klabin se instalou no Paraná por sua influência e apoio. Manoel Ribas fiscalizava pessoalmente as repartições públicas, surpreendendo os funcionários relapsos que eram sumariamente demitidos. Com isso ganhou muitos inimigos, mas cativou respeito e confiança da maioria da população.