Foto: Orlando Kissner/Alep
Terrazza Panorâmico

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná se reuniu nesta terça-feira (20), para aprovar pareceres de políticas públicas às mulheres.

Entre as pautas aprovadas pela CCJ, estão: condenados por violência contra a mulher não podem ocupar cargos e funções públicas no Paraná; aplicativo que pode ajudar nas denúncias; cursos de formação; obrigação de comunicação dos condomínios em uma possível agressão; e divulgação do número 180, da Central de Atendimento à Mulher. O presidente da Alep, deputado Ademar Traiano (PSDB) falou sobre os projetos aprovados na CCJ e sobre um evento que acontecerá neste sentido, na sexta-feira (23/08), com a presença da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia.

Com informações de Vanessa Fernandes, repórter Marcelo Ricetti.