Foto: Lucian Pichetti
Terrazza Panorâmico

O colorido tomou conta do Memorial de Curitiba. Integrantes das nove escolas de samba da cidade se aglomeraram a porta do Teatro Londrina para acompanhar a contagem dos votos. Antes do início a vice-presidente da Enamorados do Samba, Marise Fernandes, confiava no acesso.

A apuração começou com as quatro escolas do Grupo de Acesso. A Império Real foi desclassificada pois levou à avenida 161 integrantes e o mínimo era 160. Já a Unidos de Pinhais Atrasou 43 minutos para pisar na Marechal Deodoro e teve o mesmo número de pontos descontados.

Este foi o primeiro ano da Enamorados do Samba, que até então era um bloco de carnaval. E a estreia no Grupo de Acesso não poderia ter sido melhor. Com 162, 9 pontos, a escola, do bairro centenário, foi a campeã. Como prêmio garantiu o acesso ao Grupo Especial em 2019. A presidente Marlene Montecarmelo, carnavalesca em Curitiba há 55 anos, comemorou e desabafou.

A apuração dos votos do Grupo especial levou mais de duas horas e a disputa foi ponto a ponto. A Acadêmicos da Realeza e a atual campeã Mocidade Azul disputavam o título até o último quesito. No final deu Mocidade, tetracampeã do Carnaval de Curitiba, com 179,2 pontos. O
presidente Altamir Lemos tratou de agradecer a toda a comunidade que abraça a escola.

A Embaixadores da Alegria foi rebaixada ao Grupo de Acesso.

Confira na íntegra o samba-enredo da Mocidade Azul, campeã do Carnaval de Curitiba 2018:

Repórter Lucian Pichetti

Deixe uma mensagem