Foto: Reprodução/AEN

Nesta quinta (7) e sexta-feira (8) os moradores do bairro Atuba, recebem o primeiro mutirão Curitiba Sem Mosquito, ação que faz parte das estratégias da Secretaria Municipal da Saúde para ampliar os cuidados e evitar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Os moradores vão receber visitas de agentes comunitários, que darão orientações sobre a limpeza dos terrenos, separação de lixos e entulhos, como armazená-los e colocá-los em frente das casas para serem coletados.

Já na próxima semana, caminhões do departamento de Limpeza Pública da Secretaria Municipal do Meio Ambiente vão passar pelo local para recolher os entulhos.

Este é o terceiro ano do programa Curitiba Sem Mosquito. Em 2017 e 2018 foram mais de duas mil toneladas de lixo recolhido em toda a cidade.

Além dos mutirões nas dez regionais da cidade, o programa promove vistorias de casa em casa, comércios e espaços públicos, ações pedagógicas de conscientização de combate ao Aedes, monitora e atua em áreas vulneráveis.

Segundo o Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa) de 2018, feito pela SMS, Curitiba atingiu o índice zero de infestação pelo mosquito. O objetivo é manter esse índice também em 2019.

Dez passos para combater o mosquito Aedes aegypti

  1. Mantenha caixas, tonéis e barris de água bem tampados.
  2. Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada.
  3. Não jogue lixo em terrenos baldios.
  4. Se guardar garrafas de vidro ou plástico mantenha sempre a boca para baixo.
  5. Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje.
  6. Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
  7. Se guardar pneus velhos retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
  8. Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.
  9. Lave com frequência, com água e sabão, os recipientes usados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.
  10. Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com frequência.

Repórter William Bittar