suspeita-de-vazamento-de-gas
Foto: Fábio Buchmann
Terrazza Panorâmico

As pessoas que trabalham nas repartições comerciais e públicas da Rua Piquiri, no bairro Rebouças, foram surpreendidas com um forte cheiro de gás na manhã desta terça-feira (27).

Segundo informações apuradas no local pela reportagem da CBN Curitiba, o cheiro forte começou por volta das 9h30min.

O repórter Fábio Buchmann foi para a local e conversou com pessoas que estavam em um dos prédios na hora do ocorrido

Ao suspeitar de um vazamento de gás, servidores da sede da Secretaria de Estado da Saúde foram orientados a evacuar o local de trabalho.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e realizou uma vistoria inicial no prédio para garantir a segurança.

Após verificar o edifício, não foi constatado nenhum vazamento e os servidores puderam retornar ao trabalho.  

Por meio de nota, a Compagás explicou que o cheiro foi causado pelo vazamento de aproximadamente 30m³ de gás natural durante uma manutenção na rede de abastecimento do posto de combustível que fica na região.

A nota, na íntegra:

“Em relação ao cheiro de gás detectado no Bairro Rebouças, que levantou uma suspeita de vazamento de gás na manhã desta terça-feira (27/08), nas proximidades da Rua Piquiri, em Curitiba, a Companhia Paranaense de Gás – Compagás informa:

  • Não houve nenhuma ocorrência com a rede de distribuição de gás da Compagás. A equipe técnica da Companhia foi direcionada ao local logo após a notícia do cheiro de gás na localidade e confirmou a integridade dos dutos e a segurança do atendimento à população.
  • Verificou-se, no entanto, que um procedimento de manutenção no posto de combustível localizado na proximidade teria causado o vazamento e o consequente cheiro de gás nas imediações.”

Repórter Francielly Azevedo com informações de Fábio Buchmann e Pedro Lucena