Foto: Coritiba FC.

Morreu nesta quinta-feira (25), em Curitiba, um dos maiores ídolos da história do Coritiba: Dirceu Krüger. O ex-jogador, que ganhou uma estátua no estádio Couto Pereira, em 2016, tinha 74 anos e enfrentava um problema intestinal. Ainda não há informações sobre velório e local de sepultamento.

Sete vezes campeão paranaense como jogador de meio-campo (1968/69/71/72/73/74/75), Krüger começou a carreira no Britânia, também da capital, e se transferiu para o Coritiba em 1966. Fora do gramado, foi treinador interino e coordenador das categorias de base do alviverde. Na conquista do Campeonato Brasileiro de 1985, Krüger foi auxiliar do técnico Ênio Andrade.

A última aparição pública do ídolo coxa-branca foi na Arena da Baixada, no dia 10 de abril, quando entregou ao Athletico a Taça Dirceu Krüger, o troféu de campeão do segundo turno do Campeonato Paranaense. O rubro-negro derrotou o Coritiba nos pênaltis, por 7 a 6.

(Ayrton Baptista Junior)