Foto: Reprodução/Facebook
Terrazza Panorâmico

Morreu nesta quinta-feira (21) em Curitiba, aos 79 anos, o carnavalesco Glauco Souza Lobo, o “cidadão samba” da cidade. Este fluminense de Niterói, nascido em 1939 e que chegou à capital paranaense em 1945, foi diretor da escola de samba Embaixadores da Alegria, diretor-executivo da Fundação Cultural de Cultura (1983-1985) e incentivou até os últimos anos de vida os ensaios e desfiles de carnaval, acompanhando o corte do Rei Momo na avenida Marechal Deodoro.


Considerado um agitador cultural, Glauco foi também ator de rádio, artista de circo, secretário municipal de turismo, na gestão do prefeito Roberto Requião (1986-1988), e presidente de duas entidades voltadas à cultura negra: o Instituto Cultural Ilu Aye Odara e o Instituto Clóvis Moura, que realizou, entre 2005 e 2010, um levantamento sobre as comunidades quilombolas no Paraná.

O velório de Glauco Souza Lobo acontece no Cemitério Municipal São Francisco de Paula. O enterro está marcado para às 11h desta sexta-feira (22), no mesmo local.

(Ayrton Baptista Junior)