Foto: Sindimoc

Motoristas e cobradores fizeram uma manifestação em frente à garagem da empresa Araucária Filial, na Cidade Industrial de Curitiba, na madrugada desta quarta-feira (16).

Os trabalhadores reclamam do excesso de demissões por justa causa. Segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), a empresa vem realizando as demissões e alegando ser por “justa causa”, quando, na verdade, o verdadeiro motivo seria a retirada do pessoal mais antigo de casa, sem ter que arcar com as verbas rescisórias.

O gerente de operações da empresa, Amaury Martins Silveira, desmentiu o sindicato. De acordo com ele os motoristas foram demitidos por que receberam multas por furar o sinal vermelho, infração gravíssima que gera a perda de sete pontos na carteira de habilitação. Ele afirmou ainda que os trabalhadores mais antigos costumam fazer isso por excesso de confiança e que todos os demitidos assinaram documentos em que tentaram justificar o por que furaram o vermelho.

Por causa do protesto, os usuários que utilizam as linhas da empresa em Curitiba tiveram que esperar um pouco mais para embarcar. Os veículos, que deveriam ter começado a rodar às 4h30 só saíram da garagem por volta das 6h. Depois das 7h é que a circulação voltou ao normal. Entre as linhas da Araucária Filial estão alimentadores que ligam terminais como o do Campo Comprido, Capão Raso e Centenário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Repórter Lucian Piquetti

Deixe seu comentário