Rovena Rosa/Agência Brasil
Terrazza Panorâmico

O Ministério Público de São Paulo investiga se uma organização criminosa colaborou com os adolescentes no crime, e a PF pode assumir o caso se ficar comprovado que o ataque foi um ato de terrorismo doméstico.

Ouça a matéria completa no site da Rede CBN