Foto: Pixabay

Operação de combate ao desmatamento, realizada nesta semana pelo Ministério Público do Paraná, em parceria com o Ibama e com a Polícia Ambiental do Paraná, constatou o desmatamento de uma área de 618 hectares de mata atlântica em apenas quatro municípios do Paraná. A ação teve início nesta segunda-feira, em 15 estados do Brasil.

No Paraná, foram fiscalizadas 51 propriedades na região centro-sul do estado, nos municípios de Guarapuava, Pinhão, Inácio Martins e Prudentópolis, onde a vegetação predominante é a floresta de araucária.

O coordenador nacional da operação e promotor de justiça do Ministério Público do Paraná, Alexandre Gaio, explica que a fiscalização foi feita a partir de imagens de satélite disponibilizadas pela SOS Mata Atlântica.

Em quatro dias de fiscalização no Paraná, foram apreendidos 1.500 metros cúbicos de madeira e aplicadas multas no valor de R$ 2 milhões. Duas pessoas foram presas em flagrante.

Nesta quinta-feira (13), o Instituto Tecnológico Simepar divulgou um levantamento feito em parceria com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), sobre a cobertura vegetal do estado.  O estudo utilizou imagens de satélite e aponta que o Paraná tem 30% do território com remanescentes de vegetação nativa.

De acordo com o levantamento, o Paraná possui 5.808.878,19 de hectares (30,13% de sua área total) de vegetação nativa, somando Floresta Nativa e Mangue. As outras áreas mapeadas mostram que 12.824.442,09 (66,51%) hectares são de área antrópica (pastagem, agricultura e reflorestamento), 378.684,99 hectares (1,96%) de lâmina d’água e 270.339,30 hectares (1,40%) de área urbana.

 

Deixe seu comentário