Foto: Reprodução Google Street View

A 2ª e a 3ª Promotorias de Justiça de Cornélio Procópio, no norte do Paraná, realizam nesta quarta-feira (20), a 4ª fase da Operação Revoada. Entre os alvos da operação estão servidores do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e suspeitos de serem receptadores de animais silvestres.

De acordo com as investigações, servidores do IAP de Cornélio Procópio estariam se apropriando de pássaros apreendidos e repassava os animais a criadores de animais da região. Além disso, a investigação aponta que servidores do IAP mantinham irregularmente animais em suas residências.

Os mandados foram cumpridos em Cornélio Procópio, Bandeirantes, Santa Mariana e Leópolis. Foram apreendidos diversos pássaros, armas de fogo e documentos.

O IAP informou, em nota que a chefe do escritório regional envolvida em denúncias anteriores já foi exonerada do cargo e uma sindicância interna foi aberta para apurar possíveis irregularidades. O Instituto informou ainda que apoia as investigações e está fornecendo todas as informações necessárias para a Justiça.

Repórter Karina Bernardi

Deixe uma mensagem