Mulheres serão maioria em Câmara de cidade da RMC

Mulheres serão maioria em Câmara de cidade da RMC
Foto: Reprodução/ Câmara Municipal de Bocaiúva do Sul

Antes com cadeiras ocupadas somente por homens, a Câmara Municipal de Bocaiúva do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, terá vereadoras mulheres a partir de 2021. Das nove cadeiras, cinco serão ocupadas por mulheres pelos próximos quatro anos, ou seja, 55% dos cargos.

Além disso, a taxa de renovação na Casa será de 77%, isso porque, apenas dois vereadores foram reeleitos, são eles: Rubens de Souza Pereira (PSDB) e Edquelsio Cesar Bandeira (PRB).

Nas eleições municipais de 2020, o vereador mais votado foi Jairo de Souza Bueno (PSD), que recebeu 352 votos. A candidata Margareth Ana Caron (PSL) foi a mulher com o maior número de votos, com 288.

Além de Margareth, as outras mulheres que foram eleitas são: Professora Andreia Taborda (PDT), Maria Marineide (PSL), Professora Silmara (PSC) e Professora Lúcia Milak (PDT).

A proporção de mulheres na Câmara Municipal de Bocaiúva do Sul, é superior que muitos municípios também da Região Metropolitana.

Em Araucária, por exemplo, onde a renovação na Câmara Municipal foi de 81%, também com apenas dois candidatos reeleitos, o número de mulheres é bem menor. Apenas uma vereadora eleita para ocupar uma das 11 cadeiras do Legislativo.

Em São José dos Pinhais, das 21 cadeiras na Câmara Municipal, apenas uma, será ocupada por uma mulher, o que representa apenas 4,76% dos cargos.

O mesmo acontece no município de Pinhais, onde apenas uma das 17 cadeiras, será ocupada por mulher, uma representatividade de 5,88%.

A situação é a mesma em Almirante Tamandaré, apenas uma mulher foi eleita vereadora para ocupar uma das 15 cadeiras da Câmara Municipal.

Já em Curitiba, cidade com o maior número de vereadores do estado, apenas 8 das 38 cadeiras da Câmara Municipal, serão ocupadas por mulheres, ou seja, 21% do total.

Repórter William Bittar