O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) nesta segunda-feira (4) as propostas que vão orientar a gestão do Executivo estadual pelos próximos quatro anos. Ratinho fez o discurso de abertura dos trabalhos legislativos e afirmou que fará uma gestão de economia e eficiência e fez um convite aos parlamentares para romper com vícios do passado.

O governador falou ainda sobre a economia aos cofres públicos pretendida por sua gestão. Ratinho mencionou a diminuição de gastos na ordem de quatro milhões de reais, somente com a devolução do jatinho que era utilizado pelo governo, além da revisão de contratos nas estatais como a Copel e outros órgãos como, por exemplo, o Detran.

Ratinho Junior ainda falou a respeito do projeto de lei, já enviado ao legislativo, que pretende acabar com a aposentadoria de ex-governadores. Ele não pôde avaliar se a iniciativa será retroativa ou passará a valer a partir de agora, mas garantiu economia.

O governador ainda avaliou a apresentação do projeto de lei anticrime realizado nesta segunda-feira pelo ministro da Justiça Sergio Moro, do qual participou em Brasília.

Nesta segunda-feira foi aprovada a redação final do primeiro projeto de lei enviado por Ratinho Junior ainda durante o período de transição, o que estabelece as Parcerias Público Privadas denominado PAR. O projeto foi aprovado pela maioria, sem votação nominal e será encaminhado para sanção do governador. Quando passar a valer, o PAR será integrado por uma carteira de projetos de desestatização e de contratos de parceria, que serão implementados e desenvolvidos por um órgão gestor e outro deliberativo.

Repórter Vanessa Fernandes