Foto: Agência Estadual de Notícias

Faltam menos de 20 dias para as festas de fim de ano, as lojas de rua já trabalham em horário estendido, a primeira parcela do 13º já está no bolso e a movimentação nas lojas promete aumentar conforme nos aproximamos do 25 de dezembro. A expectativa dos comerciantes é por incremento de 5% nas vendas na comparação com 2017 e mais de 80% dos paranaenses ouvidos em levantamento feito pela Fecomércio garantem que vão às compras. Se você faz parte desse grupo, o Procon tem um alerta: não esqueça da nota fiscal.

Segundo a coordenadora do órgão de defesa do consumidor, Claudia Silvano, o documento deve ser solicitado em qualquer compra, independentemente do valor gasto. Aquele papelzinho que muita gente ignora é a garantia de direitos em caso de problemas e – em geral – é indispensável na ora de trocar aquele presente que não serviu ou não agradou.

Claudia Silvano destaca ainda que quem pede o CFP na nota ajuda na formação de um banco de dados sobre os preços praticados no comércio. As informações podem ser consultadas no aplicativo Menor Preço, do programa Nota Paraná. Nesses dias corridos de dezembro, a ferramenta é uma “mão na roda”, garantindo a possibilidade de o consumidor fazer uma pesquisa de preços sem gastar tempo “batendo perna” pelas lojas.

O aplicativo está disponível gratuitamente para usuários de smartphones das plataformas Android e IOS.

O app permite até organizar listas de compras para descobrir onde a relação pode ser comprada pelo menor preço final. Boa dica, também, para que já está planejando a ceia de Natal.

Repórter Cristina Seciuk